Geladeira coletiva – um novo Projeto Verde!!!

Uma iniciativa que vem se espalhando pelo mundo merece nossa atenção: Geladeiras comunitárias (ou solidárias).

Como funciona

Qualquer pessoa pode colocar alimentos na geladeira, como frutas, legumes, leite, pães, iogurte e refeições prontas, como marmitas. Caso o produto não tenha a data de vencimento na embalagem, o ideal é que seja anotado para não correr o risco de estragar e se caso a geladeira não tenha freezer, não é indicado doar carne, peixe ou frango cru.

A ideia faz parte do “Freedge – geladeiras comunitárias”, uma iniciativa nos Estados Unidos que fez diversas pesquisas sobre o assunto e oferece suporte para quem quer criar uma geladeira comunitária também. De acordo com eles, o propósito é criar um espaço de compartilhamento livre para reduzir o desperdício de alimentos e promover a proximidade entre as pessoas.

Nós da Comércio Verde estamos começando a nos movimentar e em breve esperamos também estar com a nossa geladeira coletiva aqui!!!!

fonte:A cidade on – Araraquara

Doar Faz Bem!

Atualmente, fala-se em desigualdade social. Para equilibrar essas diferenças podemos entregar para outra pessoa algo que já não usamos mais. Por isso, é comum doações de roupas e agasalhos.

Algumas pessoas doam cestas básicas, mas esquecem-se de coisas simples como 13material de higiene e limpeza, fraldas descartáveis, frutas, legumes e verduras, também extremamente importantes. Um remédio que sobra, ao final do tratamento pode diminuir o sofrimento de alguém, que não tem condições de comprá-lo, ao ter sido doado antes do seu vencimento.

Às vezes, o item de primeira necessidade pode não ser o mais importante. Algo que ajude a lembrar que uma pessoa é também um cidadão, é também um ser humano. Um gesto de carinho, uma palavra amiga.

Ofereça a um necessitado o que você pode doar. Seja um valor em dinheiro, roupas, utensílios domésticos usados, um tempo disponível para acompanhar alguém em uma consulta médica. Um apoio ante a um problema mais sério.

Há! Não podemos esquecer dos animais abandonados. Seres vivos  que sofrem por terem perdido seus tutores e vivem ao relento,  sem a certeza de um local para viver. Alguns grupos têm abrigos para suprir essas necessidades. Os administradores desses locais, também precisam de ajuda.

Faça o bem circular!!!!

Aonde doar? Segue abaixo alguns links que podem ajudar:

https://goo.gl/ti65pe

https://goo.gl/1u3mvw

http://www.rodasdapaz.org.br/projetos/doe-bicicleta/

http://doacaolivros.org/onde-doar-livros/

http://www.nossolardf.org.br/voluntario.asp

http://www.procure1amigo.com.br/ajudenos.aspx?site=p1a

Alimentos orfãos – não é bonito chamar feio

Em um mundo onde a feiura do desperdício aumenta o sofrimento das pessoas em situação horrorosa, ainda nos preocupamos com o aspecto externo dos alimentos, sem levar em conta a qualidade nutricional.

Continuamos avaliando o livro pela capa.

Mas isso pode mudar. Em todo o mundo ações contra o desperdício e o reaproveitamento de alimentos vem ganhando força e a Comércio Verde junto com seus parceiros e clientes faz a sua parte. Todos os dias fazemos uma triagem dos nossos produtos e fazemos doações daqueles que “na teoria” perderam seu valor comercial – mas não o nutricional!!!

Em breve postaremos sobre essas iniciativas!

 

 

 

Eventos Comércio Verde

Comércio Verde apoia e participa de eventos voltados à sustentabilidade e meio ambiente!!!

Veja alguns dos eventos que participamos:

https://www.facebook.com/events/1836719773260313/

Quando vamos ao mercado escolher frutas, verduras ou legumes já descartamos de cara aqueles que não estão brilhantes, redondinhos e sem cicatrizes. É um hábito do próprio estabelecimento separar e descartar “os inglórios”. No Brasil, cerca de 20% dos alimentos são jogados fora diariamente.
Mas, quem vê cara não vê nutrientes. Um pequeno defeito não pode ser motivo para tanto desperdício. E é apostando nesse pensamento que a Salgadart e a Comércio Verde vão dar vida a esses alimentos imperfeitos, porém super nutritivos em uma feirinha bem bacana!
No dia dos inglórios você poderá levar por um precinho camarada, aquele alimento que muitas vezes ficam abandonados nas gôndolas, até entrarem em decomposição.
Diga não ao desperdício!